terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Você sabia? Homem foi condenado a 11 anos após ameaçar criadores de South Park

Um muçulmano de Nova York foi condenado a 11 anos e meio de prisão por publicar na internet ameaças contra os criadores da série de TV “South Park”. A sentença veio após um pedido de desculpas de Jesse Curtis Morton, de 33 anos, que lamentou ter “contribuído para um embate de civilizações” ao abraçar uma ideologia violenta.

Desenho animado mostrou Maomé fantasiado de urso em episódio de 2010

“Eu justificava atrocidades feitas por muçulmanos simplesmente porque elas eram feitas pelos fracos contra os poderosos”, disse o réu.

As ameaças foram feitas por conta de um episódio do desenho animado exibido em 2010, no qual o profeta Maomé aparece fantasiado de urso. Pouco depois, uma mensagem apareceu no site de Morton afirmando que os criadores de South Park, Trey Parker e Matt Stone, “terminariam como Theo Van Gogh”, o diretor assassinado por um militante islâmico em 2004 após fazer um filme sobre o abuso de mulheres no mundo muçulmano.

Morton fundou e administrava o agora extinto site “Revolution Muslim”. Ele afirma que pretendia transformar o site em um fórum para promover o diálogo sobre as relações entre o mundo muçulmano e o Ocidente.

O acusado admitiu, no entanto, logo ter começado a divulgar pedidos brutais pela guerra santa e ultrapassou o limite ao publicar a revista “Inspire”, da al-Qaida. A revista pedia explicitamente o assassinato de um cartunista de Seattle que promoveu o “Dia para todos desenharem Maomé” e trazia um artigo sobre “como fazer uma bomba na cozinha da sua mãe”.

Ele e outro réu, Zachary Chesser, usavam o site para divulgar ameaças veladas aos criadores de “South Park”. Chesser foi condenado a 25 anos, mas também tentou viajar para a Somália, onde se juntaria a um grupo terrorista.

O promotor Gordon Kromberg argumentou que o pedido de desculpas de Morton pode ser sincero, mas uma sentença dura é necessária pela natureza do crime. Ele disse que o site do réu inspirou muitos radicais, entre eles Jose Pimentel, que planejou o assassinato de militares americanos voltando do Afeganistão e do Iraque.

“Vocês esteve ao lado de alguns dos revolucionários mais perigosos do mundo nos últimos anos”, disse o juiz Liam O'Grady, “Deve haver tolerância religiosa no mundo. Deve haver liberdade de expressão”.

A defesa pedia no máximo cinco anos de prisão. O advogado James Hundley afirmou que Morton tentou manter o site do lado certo da tênue linha entre liberdade de expressão e defesa da violência, mas admitiu que essa linha foi cruzada algumas vezes.

Morton foi preso em outubro de 2011 no Marrocos, para onde se mudou após a prisão de Chesser.

Fonte: O Globo
Share This
Próximo Post
Próximo Post

South Park é uma sitcom americana criada por Trey Parker e Matt Stone para o canal Comedy Central. Destinado ao público adulto, o programa tornou-se alvo de debates por suas críticas através de humor negro, cruel, surreal e satírico que abrange uma série de assuntos.

0 comentários:

Gostou desse artigo? Não gostou? Deixe-nos um feedback! Compartilhe com os amigos!